Bem-vindo ao Tainacan do Museu Julio de Castilhos, instituição vinculada à Secretaria de Estado da Cultura do RS.

Nesta plataforma, disponibilizamos nosso acervo cujos objetos estão divididos em vinte e nove coleções: armaria, arquitetura, arreamento, arte náutica, bandeiras, bibliografia, condecorações, documentos, escravatura, etnologia, filatelia, heráldica, iconografia, indumentária, instrumentos de trabalho, instrumentos musicais, máquinas, medalhas, missões, mobiliário, numismática, objetos de uso pessoal, objetos decorativos, regionalismo, sigilografia, tesserologia, utensílios domésticos, vários e viaturas.

Começaremos apresentando as coleções Etnológica e Missões, e as demais progressivamente.
Além disso, apresentaremos também a coleção Acervo Documental, pertinente à documentação da Instituição, e a Coleção Pesquisa, com trabalhos acadêmicos e publicações que tenham o acervo do Museu Julio como temática principal.

Idealizado por Julio Prates de Castilhos e criado pelo decreto-lei no 589, em 30 de janeiro de 1903, pelo Presidente do Estado, Antônio Augusto Borges de Medeiros, denominado “Museu do Estado”, foi o primeiro museu do Rio grande do Sul. Em 1907, passou a se chamar “Museu Julio de Castilhos” em homenagem ao ex-presidente do Rio Grande do Sul, falecido em 1903.

FICHA TÉCNICA

Coordenação
Angelita Santos da Silva – Analista em Assuntos Culturais, MJC, SEDAC

Assistência técnica
Victoria Hornos – Estagiária de Museologia, UFRGS

Fotografias
Coleção Etnológica
Gabriel Castello Costa – Analista em Assuntos Culturais, MJC, SEDAC
Jade Mendes – Estagiária de Museologia, UFRGS
Karoline Carvalho – Estagiária de História, PUCRS
Coleção Indumentária
Victor Dalagnol – Estagiário de Museologia, UFRGS


Para conhecer mais sobre o MJC, acesse:
cultura.rs.gov.br/museu-julio-de-castilhos
web.facebook.com/MuseuJulioDeCastilhos
instagram.com/museu_juliodecastilhos
museujuliodecastilhos.blogspot.com